Notícia

07/02/2020 às 11:31

NOTA OFICIAL DE ESCLARECIMENTO

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2019

A Prefeitura Municipal de Taiaçu serve-se da presente nota para prestar esclarecimentos quanto à leviana “notícia” veiculada pelo Jornal Cidades no último dia 05 de fevereiro de 2020, com relação ao concurso público nº 01/2019, conforme segue.
Acusa o jornal que a “Vice prefeita, a Presidente do Fundo Social, filho e parentes da prefeita passam em concurso público” e que moradores questionam a classificação do certame, chegando a mencionar suposta “promessa política”.
Vai mais longe, ao afirmar que a empresa responsável pela realização do concurso responde a alguns processos.
Esclarece-se, inicialmente, que a contratação da empresa Consalter & Camargo Assessoria e Consultoria Ltda. foi precedida de regular licitação, sob a modalidade de Pregão Presencial, cujo aviso do edital foi publicado no Diário Oficial do Estado, no Jornal Gazeta (de circulação nacional), além de ser disponibilizado integralmente no site oficial do Município e afixado nas dependências da Prefeitura e da Câmara Municipal.
Em segundo lugar, familiares e pessoas da administração podem, sim, em igualdade de condições, participar de concurso público, que tem caráter universal. Efetivamente, pelo princípio constitucional da isonomia, todos são iguais perante a lei.
Por outro lado, a acusação é manifestamente falsa e mentirosa, tem fundo político, tendo sido veiculada com objetivo de denegrir a imagem  da Prefeita, da Administração Municipal e da empresa contratada, conforme ora se comprova.
Com efeito, foram colocados em concurso 23 (vinte e três) cargos, para atender às necessidades das diversas unidades administrativas da Prefeitura.

Lança-se por terra a falsa acusação ao se constatar que:
- ENFERMEIRA: a Vice-Prefeita Lucimara Cristina Lombardo Sangregório foi aprovada em 1º lugar no concurso, porém, Gabriela da Silva Carnevalli, também foi classificada em 4º lugar, com grandes chances de ser rapidamente convocada. Gabriela é filha do Vice- Presidente do Partido Democratas, Jorge dos Reis Dias e irmã de Vereador Luiz Felipe da Silva Dias, do mesmo partido, ambos oposição à administração da Prefeita.

- FARMACÊUTICO: O filho da Prefeita, que é farmacêutico, prestou o concurso e não foi aprovado, e os três primeiros candidatos classificados são pessoas que não residem no Município de Taiaçu.

- ATENDENTE DE SAÚDE: O mesmo filho da Prefeita também concorreu para esse cargo e foi classificado em 2º lugar, lembrando que sua formação profissional é de Farmacêutico. Dessa forma, já declarou que não é de seu interesse, e portanto não assumirá a vaga desse cargo, caso convocado.

- AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE: Letícia das Graças Garcia Sciarra, é filha da Presidente do Fundo Social de Solidariedade do Município, e foi classificada em 1º lugar para este cargo, por capacidade e   méritos   próprios,   o   que   se   comprova   com   sua   aprovação  e classificação em janeiro deste ano, no vestibular para ingresso na UNESP de Araraquara, portanto, a afirmação de que é promessa política, é leviana, mentirosa e caluniosa.

- PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL: Fernanda Regina Garcia Sciarra Presidente do Fundo Social de Solidariedade do Município, foi aprovada em 3º lugar para tal cargo, também por mérito próprio. Anteriormente já havia sido aprovada em outro concurso realizado por esta Prefeitura, em 4º lugar para o cargo de Coordenadora Pedagógica.

Lembrando que a NORA DA PREFEITA, LETÍCIA PANZERI BIANCARDI, PARTICIPOU DO CONCURSO E SEQUER OBTEVE APROVAÇÃO PARA OS CARGOS DE “PROFESSOR DE EDUCAÇÃO INFANTIL E PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA I”.

PROFESSOR DE EDUCAÇÃO BÁSICA I – Verônica Dezem da Silva Naressi, é esposa do Vereador Aguinaldo Donizete Naressi, e foi classificada em 1º lugar para os cargos de Professor de Educação Básica I e Professor de Educação Infantil, o que demonstra sua capacidade e competência (mérito próprio).

Verônica é titular efetiva de um cargo na Prefeitura de Taiaçu, e de outro na Prefeitura de Taiuva, município vizinho, portanto, ela não poderá assumir nenhum desses cargos, salvo na hipótese de se desligar de algum dos cargo dos quais já é titular.

Reiterando, a nora da Sra. Prefeita, Letícia Panzeri Biancardi, também prestou concurso para essa vaga e não obteve classificação.

DIRETOR DE ESCOLA: Fernanda Carolina Momesso, foi aprovada e classificada em 1º lugar para o cargo de Diretora de Escola. A mesma já é funcionária deste município, tendo sido aprovada e classificada em 1º lugar em concurso anterior, para o cargo de Coordenadora de Creche, o que comprova sua competência e capacidade. Sua relação com a Prefeita, seria por ser “namorada do sobrinho da prefeita”, que por sinal é parente por afinidade, pois é sobrinho consanguíneo de seu esposo.

OBSERVAÇÕES:

-  A senhora Dayana Cristina Cuoghi Sanches é esposa de Wladimir Sanches, ex-prefeito municipal e principal oponente político da Prefeita, prestou o concurso para o cargo de Diretora de Escola tendo sido aprovada e classificada em 3º lugar, com possibilidade de ser convocada.

- Mateus Tenório de Lima e Moisés Tenório de Lima, foram classificados em 3º e 5º lugar, respectivamente, para o cargo de Auxiliar de Serviços de Campo, oportunamente deverão ser convocados, uma vez que há grande falta de funcionários para essa função.

Os dois são sobrinhos do Vereador José Carlos Tenório da Silva (Dadinho), filiado ao Partido Democratas e um dos principais opositores políticos da Prefeita Municipal, fazendo parte da oposição na Câmara Municipal.

- O mesmo se aplica a Maria de Jesus Carvalho, que foi classificada em 2º lugar para o cargo de Auxiliar de Serviços Internos, e que deverá ser convocada brevemente para assumir a vaga. Referida candidata vem a ser cunhada do Vereador José Carlos Tenório da Silva (Dadinho).

- Dois concorrentes prestaram o concurso para dois cargos diferentes e passaram em 1º lugar nos dois, fato que demonstra a lisura do concurso.

 Nestes termos, evidencia-se que a Administração Municipal agiu dentro da maior lisura, ética e moral, com responsabilidade e de acordo com os princípios constitucionais.

Por fim, a maioria das publicações mencionadas na falsa “notícia” não se refere a processos em que a empresa contratada para realização do concurso, é citada, fato que poderá ensejar, eventualmente, a responsabilização civil e criminal do jornal ou de quem subscreve a matéria.
Agindo sempre com honestidade e transparência, a Administração de Taiaçu fica à disposição da população no que se refere ao acesso a toda documentação relativa ao Concurso Público nº 01/2019, cuja lisura contradiz as levianas acusações publicadas. 


Sueli Aparecida Mendes Biancardi
Prefeita Municipal

Compartilhar no Facebook